top of page
  • Foto do escritorGrupo de trabajo Orcas

Catálogo GTOA de identificação fotográfica de orcas ibéricas



O Grupo de Trabalho Orca Atlântica-GTOA publica o catálogo fotográfico de identificação das orcas ibéricas, no âmbito do projeto FRIENDSHIP-ORCA, um material aguardado com expectativa por todos os membros, após mais de dois anos de desenvolvimento.


Obra de arte de origem

Este catálogo apresenta as orcas registadas nas águas da Península Ibérica nos últimos anos. As fotografias foram recolhidas e cedidas por mais de 29 entidades, entre empresas de observação de cetáceos no Estreito de Gibraltar e no Algarve, bem como imagens de campanhas científicas do CEMMA e contributos de mais de 27 indivíduos tanto da zona do Estreito como de avistamentos oportunistas em outras áreas.


Informações básicas

Foram analisadas 21.000 imagens, das quais foram selecionadas 231, que constituem a parte central deste catálogo e que definem um total de 66 indivíduos divididos em 6 comunidades, das quais se pode dizer que no máximo 49 ainda estão vivas. Embora existam alguns indivíduos, sem comunidade atribuída, que seguramente são transitórios na península, pelo que não devem ser contabilizados como pertencentes à subpopulação de orcas ibéricas. Portanto, o censo atual em 2023 dessa subpopulação é composto por pelo menos 37 indivíduos, dos quais apenas 18 são considerados adultos. Em geral, as comunidades são observadas ao longo de toda a costa atlântica ibérica, embora algumas comunidades apenas sejam observadas no Estreito e no sul de Portugal.


Identificação e classificação

Para a identificação de cada indivíduo, todas as suas partes características foram utilizadas. Normalmente as partes mais fáceis de fotografar são a nadadeira dorsal e o padrão localizado atrás da nadadeira dorsal, chamado de “sela”, já que são as partes que ficam mais tempo fora d'água. Além disso, foi utilizado o ocelo, além de outros elementos distintivos, como os arranhões presentes nas laterais e no dorso, causados ​​pelos dentes de outras orcas, chamados de ancinhos dentais. A cada indivíduo foi atribuído um número de identificação único (ID) composto por sua carta de comunidade (com base em relações genealógicas conhecidas ou animais vistos juntos por vários anos) seguido de três dígitos.





Consideração legal

O trabalho foi centralizado e desenvolvido pela Dra. Ruth Esteban, especialista na espécie. Os direitos autorais, propriedade intelectual e autoria das imagens deste catálogo pertencem aos seus autores, portanto não podem ser utilizadas individualmente sem sua expressa autorização. O catálogo como um todo, sua referência e suas placas estão licenciados sob uma Licença Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 Unported. Pode ser consultado e baixado em: https://www.orcaiberica.org/catalogo. Selecionando o CATÁLOGO FOTOID2023, disponível nos idiomas: espanhol, inglês e galego, em breve será incluído em português e francês.


Projeto FRIENDSHIP-ORCA

Este catálogo foi desenvolvido graças ao projeto FRIENDSHIP-ORCA, um projeto desenvolvido pelo CEMMA-GTOA e financiado pela Fundação Banco Santander, com o objetivo de contribuir para a informação e projeção social das orcas e seus problemas.


145 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page